Última hora

Última hora

Bucareste recebe apoio contra a crise

Em leitura:

Bucareste recebe apoio contra a crise

Tamanho do texto Aa Aa

Para fazer face à crise económica a Roménia vai beneficiar de um pacote de ajuda de 20 mil milhões de euros do Fundo Monetário Internacional, da União Europeia e do Banco Mundial.

Em contrapartida Bucareste deverá porceder a reformas na sua política fiscale reduzir este ano o déficit a 4,5%. A Roménia é o terceiro país do bloco europeu, depois de Hungria e Letónia, a recorrer à ajuda de organizações internacionais para salvar a economia. Do montante total do empréstimo, o FMI acordou com o Governo um crédito por dois anos de 12,9 mil milhões de euros. A UE fornecerá ao pacote de financiamento 5 mil milhões de euros com um vencimento a cinco anos e o BM, outros 1,5 mil milhões de euros. Um analista defende que “se este dinheiro não tivesse chegado agora à Roménia seria vítima de bancarrota dentro de seis meses”. O relançamento dos créditos das entidades monetárias é uma das prioridades do acordo alcançado.