Última hora

Última hora

Obama e Calderon juntos no combate à droga

Em leitura:

Obama e Calderon juntos no combate à droga

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos vão reforçar os controlos policiais e judiciais na fronteira com o México.

A decisão de Washington inscreve-se no apoio à luta do governo de mexicano contra os cartéis da droga. A medida foi anunciada na véspera da primeira visita da secretária de Estado, Hilary Clinton, ao México, onde Barak Obama deverá deslocar-se nos dias 16 e 17 de Abril. Segundo o vice-secretário da Justiça “O FBI está a aumentar os seus esforços na região através de uma nova unidade de serviços secretos focalizada na corrupção, nos sequestros e na extorsão, actividades dos cartéis”. O número de elementos desse novo grupo não foi divulgado, mas o ministério da Segurança Interna prevê duplicar os efectivos na zona fronteiriça entre os dois países. Por outro lado, os Estados Unidos anunciaram um investimento de 700 milhões de dólares para um plano de combate à droga, a desenvovler em colaboração com o México. Contrariamente a George Bush, Obama considera urgente lutar contra o consumo nos Estados Unidos, principal cliente mundial de cocaína. De acordo com as autoridades mexicanas, a violência ligada aos cartéis que se batem pelo controlo do tráfico para os Estados Unidos provocou a morte a 5.300 pessoas, no México, em 2008.