Última hora

Última hora

Uma marca para duas cervejas

Em leitura:

Uma marca para duas cervejas

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Europeu de Justiça recusou um pedido da cervejeira americana InBev que contestava o registo, como marca europeia, da cerveja checa, Budweiser.

Uma marca que usa o mesmo nome da americana. O diferendo remonta ao ano de 1996, quando a empresa americana quis registar a sua marca, na Europa.. Mas a marca já era protegida na Alemanha e na Aústria, por iniciativa da congénere checa, Budvar. O organismo para a harmonização do Mercado Interno indeferiu o pedido que foi reformulado em 2008, quando 52 por cento do capital da empresa americana, foi adquirido por um grupo belgo-brasileiro. Perante mais uma negativa da entidade de harmonização, os americanos recorreram ao Tribunal que, em primeira instância, rejeitou o pedido. O acordão do Tribunal permite, no entanto, que a marca americana seja comercializada nos restantes países europeus. Mas Alemanha e Austria vão continuar a consumir a Budweiser checa.