Última hora

Última hora

Clinton faz 'mea culpa' na violência ligada ao narcotráfico no México

Em leitura:

Clinton faz 'mea culpa' na violência ligada ao narcotráfico no México

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos devem assumir a sua parte de responsabilidade no aumento da violência no México relacionada com o tráfico de droga, admitiu a secretária de Estado norte-americana.

De visita ao México, Hillary Clinton declarou que a “procura incessante por drogas” nos Estados Unidos sustenta este “comércio ilegal”. Depois dos americanos terem reforçado o número de agentes que vigiam a fronteira, Clinton foi ao México oferecer ajuda às autoridades. Em conferência de imprensa, a secretária de Estado anunciou que a administração tenciona dar um apoio de mais de 80 milhões de dólares para financiar a compra urgente de helicópteros black hawk para as forças da ordem mexicanas lutarem contra os cartéis de droga. Clinton afirmou ainda que os cartéis vão “fracassar” e manifestou o interesse dos dois países de criar um organismo para coordenar no terreno as acções de luta contra o tráfico de droga. A guerra entre cartéis mexicanos fez mais de 5300 mortos no ano passado. Nos últimos 2 anos o governo do México destacou 36 mil militares e polícias para combaterem o tráfico de droga. Vários responsáveis americanos vão deslocar-se ao México nos próximos dias antes da visita oficial do presidente Barack Obama agendada para 16 e 17 de Abril. Os Estados Unidos são o primeiro consumidor mundial de cocaína.