Última hora

Última hora

Brown e Lula juntos no combate à crise

Em leitura:

Brown e Lula juntos no combate à crise

Tamanho do texto Aa Aa

O périplo mundial de preparação da cimeira do G20 levou, esta quinta-feira, Gordon Brown ao Brasil.

O primeiro-ministro britânico e o presidente brasileiro mostraram-se unidos nas soluções que defendem para a crise: reforma das instituições internacionais e criação de um fundo para relançar o comércio mundial. Usando a sua habitual forma de falar franca, Lula da Silva apontou os que considera responsáveis pela crise: “É uma crise causada e fomentada por comportamentos irracionais de gente branca, de olhos azuis, que antes da crise parecia saber tudo e agora demonstra não saber nada”. Lula da Silva defende ainda reformas nas políticas de imigração para que, diz, “os pobres não tenham que andar pelo mundo à procura de oportunidades”. Por seu lado, Brown anunciou que vai propôr ao G20 a criação de um fundo de 100 mil milhões de dólares, que, no seu entender, é o mínimo necessário para combater a recessão do comércio mundial. Os dois defendem ainda mais estímulos fiscais e económicos e pedem a regulamentação dos mercados financeiros. O reforço dos estímulos económicos será certamente difícil de aceitar por muitos governos europeus, que após um primeiro esforço orçamental, apostam sobretudo na regulamentação dos mercados; mas deverá ir ao encontro das perspectivas norte-americanas. No final da visita, Brown visitou um Museu de Futebol e recebeu uma camisola com o número 10 de Downing Street… Um gesto que pode ser interpretado como a mensagem: “em tempo de crise, é preciso jogar em equipa…