Última hora

Última hora

Nacionalista irlandês acusado pela morte de soldados britânicos

Em leitura:

Nacionalista irlandês acusado pela morte de soldados britânicos

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça britânica acusou formalmente um activista nacionalista irlandês de 41 anos pela morte de dois soldados britânicos.

Colin Duffy foi em tempos uma figura ligada ao Sinn Fein, principal partido republicano, do qual se afastou após o acordo de partilha do poder com os unionistas. Duffy é acusado de ter abatido os dois militares de 21 e 23 anos no dia 7 de Março junto à caserna de Masserene, na zona noroeste de Belfast. O nacionalista enfrenta ainda acusações de cinco tentativas de assassínio e de posse de arma de fogo. As mortes tinham sido reivindicadas pelo IRA verdadeiro, um grupo dissidente do Exército Repúblicano Irlandês. 48 horas depois do incidente, que marcou o regresso à violência contra as forças de segurança em mais de seis anos, registou-se um segundo ataque que resultou na morte de um agente da polícia norte-irlandesa. O atentado foi reivindicado por um segundo grupo dissidente do IRA e a polícia já deteve e acusou entretanto outras três pessoas.