Última hora

Última hora

Croácia continua na lista para aderir à UE

Em leitura:

Croácia continua na lista para aderir à UE

Tamanho do texto Aa Aa

Os estados dos Balcãs continuam a fazer parte dos planos de alargamento da União Europeia.

Uma garantia dada este sábado durante um encontro de dirigentes dos 27 na cidade checa de Hluboka Nad Vltavou. No entanto, os líderes advertem que uma das condições para a entrada de novos membros passa pela aprovação do Tratado de Lisboa. Se o documento for ratificado a Croácia está no bom caminho para se tornar no vigésimo oitavo membro da UE em 2010/2011. Nem mesmo o diferendo entre Zagreb e a Eslovénia, país que desde Dezembro bloqueia as negociações de acesso da Croácia ao bloco, deverá interferir no processo. “Os ministros dos negócios estrangeiros confirmaram formalmente as perspectivas europeias dos balcãs ocidentais. Num passado recente tem-se verificado talvez uma estabilidade política relativa na região, mas história está longe de ter terminado. Por isso temos de prosseguir a política de estabilização que por outras palavras quer dizer alargamento, um processo gradual de alargamento da União Europeia”, afirmou Olli Rehn, comissário europeu para o alargamento. Tendo em conta as palavras do comissário, o principal entrave à adesão croata é mesmo o Tratado de Lisboa, cuja aprovação pesa agora nos “ombros” de Praga. A República Checa, que até Junho ocupa a presidência rotativa de UE, é o único país que ainda não ratificou o tratado por via parlamentar. Um impasse que ameaça prolongar-se enquanto não ficar resolvida a crise política que levou à queda do Governo checo a semana passada e que volta a ameaçar paralisar todo o Bloco. Por outro lado, alguns líderes europeus mostram-se cada vez mais reticentes à continuação do processo de alargamento e defendem uma pausa depois da eventual adesão croata.