Última hora

Última hora

Joe Biden pede cautela na introdução de regras nos mercados

Em leitura:

Joe Biden pede cautela na introdução de regras nos mercados

Tamanho do texto Aa Aa

Uma mini-cimeira internacional de líderes de centro esquerda reuniu-se no chile para preparar o encontro do G-20 da próxima semana.

A mesa das conversações, onde estiveram nomes como Jose Luis Zapatero, Lula da Silva ou Gordon Brown, serviu para os dirigentes reafirmarem pontos de vista no combate à crise financeira mundial. O reforço das regras e a vigilância dos mercados mundiais é o ponto fundamental da discussão. O vice-presidente norte-americano Joe Biden pediu cautela na redefinição do mercado financeiro internacional. “Não devemos reagir exageradamente. Esta não é, na minha opinião, uma escolha de mercados ou de governos. Um mercado livre ainda precisa de poder funcionar”, disse. Depois de Barack Obama ter apelado a uma acção imediata, a chave para uma posição global contra a crise poderá estar num compromisso entre a posição norte-americana e a abordagem europeia. Os Estados Unidos alertam para os perigos de uma supervisão demasiado rígida sobre os mercados enquanto a Europa pede maior vigilância, nomeadamente sobre as operações financeiras internacionais. Enquanto isso, milhares de activistas já preparam a recepção aos dirigentes dos 20 países mais industrializados do mundo, com manifestações em França, Itália e Inglaterra, incluindo Londres onde o G-20 se reune esta quinta-feira.