Última hora

Última hora

Socialistas e populares prontos para governar no País Basco espanhol

Em leitura:

Socialistas e populares prontos para governar no País Basco espanhol

Tamanho do texto Aa Aa

No Pais Basco espanhol está concluído o acordo que levará o líder socialista Patxi Lopez à chefia do governo.

Um pacto histórico entre socialistas e populares, após as eleições do princípio de Março que deram uma maioria relativa ao Partido Nacionalista Basco, que acabou por não conseguir as alianças necessárias à formação do governo. O documento foi ratificado, esta segunda-feira, por unanimidade, no comité executivo do Partido Popular: “É um acordo com o qual nos sentimos profundamente satisfeitos e que nos permite anunciar o apoio do Partido Popular do País Basco à investidura de Patxi Lopez”, afirmou o líder regional, Iñaki Oyrzabazal. É a primeira vez, em 30 anos, que o País Basco não é governado por nacionalistas. Adversários ao nível nacional, socialistas e populares comprometeram-se a acabar com a hegemonia nacionalista e constituíram uma maioria absoluta. O objectivo é lutar juntos contra a acção da ETA. Mas o acordo inclui compromissos vitais para a sociedade basca como a educação, a política linguística e a defesa do estatuto de autonomia. Mas o casamento regional pode criar novas dores de cabeça ao governo de Madrid. Zapatero acaba de perder o apoio do Partido Nacionalista Basco, com o qual contava o seu governo minoritário.