Última hora

Última hora

"Todos" juntos em Haia pelo Afeganistão

Em leitura:

"Todos" juntos em Haia pelo Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Remobilizar a comunidade internacional a favor do Afeganistão é o objectivo da conferência que decorre esta terça-feira em Haia, na Holanda.

Uma reunião no quadro da definição de uma nova estratégia para acabar com a inssurreição terrorista no país. Uma estratégia que passa por mobilizar toda a região, na qual o Irão também foi incluído, a pedido da administração norte-americana. Richard Holbrooke, o enviado de Washington no Afeganistão afirma: “A criação deste governo no Afeganistão, nas negociações de Bona envolveu o Irão que desempenhou um papel importante e, quando o governo holandês decidiu convidar este país, pareceu-me a coisa mais lógica do mundo”. O mais lógico também para Teerão interessado em acabar com o fluxo de refugiados e heroína do Afeganistão para o seu território. Mas a estratégia político-militar é tão importante quanto o trabalho junto das populações, como explica um analista: “Se não se olhar para as necessidades básicas das populações, para a economia, o emprego, se têm dinheiro.. se isto não fizer parte da estratégia, as pessoas não vão acreditar na grande missão política internacional” Para a Cruz Vermelha Internacional a situação dos civis é crítica. A organização pede que, a par do esforço político e militar, os participantes se comprometam com ajuda económica e humanitária.