Última hora

Última hora

Hilary Clinton: "Um esforço colectivo" contra a crise

Em leitura:

Hilary Clinton: "Um esforço colectivo" contra a crise

Tamanho do texto Aa Aa

Hilary Clinton não tem dúvidas: é preciso estímular a economia e regular o sistema financeiro, mas o esforço tem que ser colectivo.

A secretária de Estado norte-americana, que esta terça-feira participou numa conferência em Haia e vai estar em Londres com líderes mundiais na cimeira do G20, disse em entrevista à euronews: “Se olhar para todos os países que vão estar no G20, vê que não se trata apenas da Europa e dos Estados Unidos. A visão que temos da situação financeira faz-nos acreditar que um novo estímulo faz todo o sentido, porque precisamos de impulsionar a economia. Respeitamos os que não concordam connosco, mas estamos satisfeitos que, por exemplo, a China esteja a pôr em marcha um enorme estímulo, como a Austrália e outros países. Nós queremos queremos a retoma da economia global. Uma vez que a economia global retome precisamos de criar regulamentação para ter a certeza que isto não se repete. Temos que fazer as duas coisas e isso tem que ser feito em simultâneo. Alguns países contribuirão mais numa coisa do que noutra, Hilary Clinton, fala das relações construtivas entre a Europa e os Estados Unidos apesar dos pontos de vista diferentes. Uma entrevista que pode seguir na íntegra, aqui na euronews, a partir do princípio da tarde.