Última hora

Última hora

Líderes do G20 comprometem-se a regular fundos especulativos

Em leitura:

Líderes do G20 comprometem-se a regular fundos especulativos

Tamanho do texto Aa Aa

Os dirigentes do G20 compromete-se a regular os fundos especulativos e a implementar um novo organismo de supervisão do sistema financeiro global.

As promessas constam no projecto de comunicado da cimeira que está a ser discutido há várias semanas pelas delegações dos vinte países mais ricos do mundo. Mas o documento não menciona o endurecimento do tom face aos paraísos fiscais, como querem Paris e Berlim. Para a chanceler alemã, Angela Merkel, não há tempo a perder: “Esta é uma oportunidade única. Temos um trabalho de grande fôlego pela frente. Se não chegarmos a acordo sobre a regulação agora, também não o faremos daqui a cinco anos”. Enquanto a França e a Alemanha querem mais regulação, os Estados Unidos querem mais planos de estímulo à economia. Barack Obama minimizou as diferenças entre as posições dos vinte países: “Sei que as nações do G20 estão a implementar de forma apropriada as suas próprias abordagens, e, como disse Gordon Brown, não vamos estar de acordo em tudo. Vim aqui para apresentar ideias mas também para ouvir, não para dar uma conferência”. O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, manteve-se optimista e disse que “daqui a poucas horas” haveria uma acordo global para combater a crise. A cimeira foi também a ocasião para Obama encontrar o chefe de estado da Rússia, Dimitri Medvedev. No final, o presidente dos Estados Unidos expressou satisfação pelo acordo firmado entre os dois países para alcançar um novo tratado sobre armas nucleares. Obama deverá visitar Moscovo em Julho a convite do seu homólogo.