Última hora

Última hora

Líderes do G20 sentam-se à mesa de negociações

Em leitura:

Líderes do G20 sentam-se à mesa de negociações

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do pequeno-almoço, os líderes mundiais presentes na cimeira do G20 pousaram para a tradicional foto de família. Seguiu então a sessão plenária da reunião.

Para além dos representantes da União Europeia, do Fundo Monetário Internacional e da Organização Mundial de Comércio, a reunião junta à mesa das negociações os líderes dos sete países mais industrializados do mundo, (Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, França, Itália, Japão e Alemanha, grupo conhecido por G7) e os líderes das economias emergentes (Argentina, Austrália, Brasil, China, Índia, Indonésia, México, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Coreia do Sul e Turquia.) Espanha também está presente a convite do governo britânico. Barack Obama foi o primeiro a chegar ao centro ExCel, em Londres, onde decorre a cimeira. O presidente norte-americano foi recebido pelo primeiro-ministro britânico Gordon Brown às 07h40, mesma hora em Lisboa. O encontro começou oficialmente às 08h30. Os dirigentes do G20 chegaram aos poucos e poucos ao recinto, nas margens do Tamisa e junto à City, onde vão tentar aproximar posições sobre a forma de resolver a crise financeira e económica global. O G20 representa 85 por cento da economia mundial e cerca de dois terços da população do planeta.