Última hora

Última hora

Uma frente revolucionária Comum nasceu entre o Irão e a Venezuela

Em leitura:

Uma frente revolucionária Comum nasceu entre o Irão e a Venezuela

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente venezuelano encontra-se de de visita a Teerão, três dias destinados a estreitar e ampliar relações políticas e comerciais que unem os dois países.

Chávez, na sua sétima visita oficial ao país, foi recebido no Palácio Presidencial pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad, os dois homens querem cooperar em todos os dominios para que os respectivos paises possam tornar-se independentes do comércio mundia. A frente revolucionária destes dois estados lançou hoje a primeira pedra, a inauguração do primeiro banco binacional Irão-Venezuela, que arranca com 1,6 mil milhões de dólares. Tanto o Irão como a Venezuela insistem que a criação do banco venezuelano-iraniano é uma resposta pioneira para fazer frente à crise mundial e criar uma estrutura alternativa e independente do actual sistema financeiro internacional. O Irão deverá agradecer a Hugo Chávez pelo gesto que teve sobre a questão palestiniana, quando rompeu relações com Israel durante a ofensiva militar a Gaza.