Última hora

Última hora

Cimeira da NATO: Obama consegue mais 5000 soldados para o Afeganistão

Em leitura:

Cimeira da NATO: Obama consegue mais 5000 soldados para o Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

“Ouvir, aprender e liderar”, eis como Barack Obama resume a postura dos Estados Unidos na cimeira da NATO.

O presidente norte-americano considerou que foram dados “passos importantes para renovar a Aliança” transatlântica. Obama conseguiu também o apoio para a nova estratégia americana em relação ao Afeganistão. Mais 5000 mil tropas vão ser enviadas do velho continente para combater uma ameaça terrorista bem palpável: “A Al-Qaida está activa na região fronteiriça do Afeganistão com o Paquistão. Os terroristas ameaçam todos os membros da NATO. Atacaram tanto na Europa como na América do Norte. Estão a preparar novos ataques e é por isso que a minha administração lançou uma revisão abrangente da nossa estratégia. Ouvimos com atenção e estivemos reunidos de com os nossos aliados. E hoje, informei-os sobre os resultados e discutimos como podemos avançar em conjunto”. Obama tem todas as razões para sorrir nesta primeira viagem à Europa enquanto presidente. Depois do sucesso do G20, consegue levar a bom porto a cimeira da NATO. Segue-se o encontro bilateral com a União Europeia este domingo.