Última hora

Última hora

Obama compromete-se a reduzir arsenal nuclear

Em leitura:

Obama compromete-se a reduzir arsenal nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

Começou com um discurso de charme junto das cerca de 30 mil pessoas presentes na esplanada do Castelo de Praga e acabou com uma mensagem de esperança num mundo livre de armas nucleares. Barack Obama, nesta terceira etapa do seu périplo europeu, prometeu assumir a liderança de um movimento que deve pôr fim à ameaça nuclear no mundo.
 
“Os Estados Unidos vão dar passos concretos para um mundo sem armas nucleares. Para pôr fim à ideia da guerra fria, vamos reduzir o papel das armas nucleares na nossa estratégia de segurança nacional e pressionar outros para que façam o mesmo”, afirmou o presidente norte-americano, que se apresentou firme face aos prevaricadores: “A Coreia do Norte violou as regras, mais uma vez, ao testar um foguete que pode ser usado como míssil de longo alcance. Esta provocação mostra bem que é preciso agir, e não apenas esta tarde, no Conselho de Segurança da ONU, mas com determinação para prevenir a proliferação destas armas. As regras devem ser vinculativas.”
 
O presidente norte-americano afirmou que é preciso fazer todos os possíveis para que a arma nuclear não caia nas mãos de terroristas, como a Al-Qaida, e anunciou a realização, no próximo ano, de uma cimeira sobre a segurança nuclear.
 
Obama afirmou ainda a sua vontade de construir novas relações com a Rússia, e o empenho da nova administração em liderar a luta contra as mudanças climáticas.