Última hora

Última hora

Diminui esperança de encontrar sobreviventes

Em leitura:

Diminui esperança de encontrar sobreviventes

Tamanho do texto Aa Aa

Com as horas que passam diminui a esperança de encontrar sobreviventes na região de Abruzzo. Felizmente há casos que a mantêm viva. É o caso de Maria d’Antuono. A idosa, com 98 anos, foi resgatada mais de 40 horas após o sismo. Ao sair dos escombros da sua casa desejava apenas pentear-se e conta que passou o tempo a tricotar.

As equipas de socorro correm contra o tempo, mas a situação não ajuda. As mais de 300 réplicas, registadas desde a madrugada de segunda-feira, dificultam a tarefa, obrigando as equipas a proteger-se de novas derrocadas. Com o medo ainda bem presente, a região prepara-se para sepultar as vítimas. Hoje realizaram-se as primeiras cerimónias fúnebres, embora o funeral de Estado esteja marcado para sexta-feira.