Última hora

Última hora

Itália começa a enterrar as vítimas do sismo

Em leitura:

Itália começa a enterrar as vítimas do sismo

Tamanho do texto Aa Aa

Já começaram os funerais das vítimas do sismo na região de Abruzzo, em Itália, antes do dia de luto nacional marcado para esta Sexta-Feira Santa.

O balanço provisório da tragédia subiu para 272 mortos e quase 12 mil feridos. O ministro do Interior transalpino disse que as buscas por sobreviventes vão continuar, pelo menos até ao domingo de Páscoa. Até agora já se sentiram mais de 400 réplicas do terramoto, que na pequena vila de Onna, de 300 habitantes, matou mais de 10% da população. Os estragos provocados estão estimados pelas seguradoras entre 2 a 3 mil milhões de euros, mas as consequências para uma economia italiana já ameaçada pela pior recessão desde a II Guerra Mundial devem ser limitados, segundo os especialistas. O Papa Bento XVI declarou que irá visitar a região assim que for possível e as manifestações de solidariedade multiplicam-se. A cantora Madonna, cuja família é originária da região, vai fazer uma contribuição para auxiliar as vítimas, que segundo algumas fontes será de meio milhão de dólares. As equipas de futebol italianas anunciaram por seu turno que as receitas dos jogos do fim-de-semana vão para apoiar os que perderam tudo na catástrofe natural. As autoridades começaram entretanto as vistorias aos edifícios menos atingidos na perspectiva de que alguns habitantes possam regressar a casa.