Última hora

Última hora

Médicos polacos conquistaram a Europa

Em leitura:

Médicos polacos conquistaram a Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Muitos europeus mais proteccionistas receavam o “canalizador polaco” mas foi o médico polaco que partiu à conquista da Europa.

Desde a adesão da Polónia à União Europeia, em 2004, 20 mil dos cerca de 120 mil médicos polacos deixaram o país, ou seja, um em cada seis. Sete mil e 500 trabalham actualmente num dos países da União Europeia. Os dados são da ordem dos médicos polaca, que dá conta que Grã-Bretanha, Alemanha e Irlanda são os destinos preferidos; e anestesia, cirurgia, ortopedia, radiologia e medicina de urgência, as especialidades mais “exportadas”. Mas se em 2004 houve dois mil e 500 profissionais que saíram da Polónia, rumo a outros países da Europa, o número tem tendência a baixar. O ano passado apenas 600 deixaram o país, e no primeiro trimestre deste ano, só 50 médicos polacos emigraram.