Última hora

Última hora

Refugiados começam a receber ajuda humanitária

Em leitura:

Refugiados começam a receber ajuda humanitária

Tamanho do texto Aa Aa

A ajuda humanitária começa a chegar mas a situação dos desalojados em Itália é complexa.

Sobreviveram a um terramoto mas sentem o frio da noite, mesmo com os cobertores disponibilizados pela protecção civil e há aqueles para quem as tendas não chegaram e que continuam a dormir em situação precária. Este jovem afirma que chegou ao limite, não consegue aguentar mais. Está a dormir no carro, não tem casa, não tem nada. Termina dizendo que se sente sem esperança. São aos milhares e não há, efectivamente, um plano de acção. Estão espalhados por parques de campismo improvisados e hóteis, o acampamento de fim-de-semana, como Berlusconi lhe chamou, mais dramático que alguma vez tiveram. A ajuda humanitária começa a chegar. Comida, roupa e sapatos para aqueles que perderam quase tudo do dia para noite. Apesar do Executivo italiano não ter enviado qualquer pedido, a ONU ofereceu, ajuda humanitária para as vítimas do terramoto. A organização está pronta para ir para o terreno caso o governo italiano assim o pretenda.