Última hora

Última hora

L'Aquila despede-se de centenas de vítimas do terramoto

Em leitura:

L'Aquila despede-se de centenas de vítimas do terramoto

Tamanho do texto Aa Aa

A devastada cidade de L’Aquila despediu-se esta manhã da maioria da vítimas do terramoto que sacudiu a zona centro de itália no início da semana.

Uma cerimónia de Estado realizada nas instalações de uma escola militar para que pudesse acolher as centenas de caixões e os familiares e amigos das vítimas. O poder político esteve representado ao mais alto nível com a presença do primeiro-ministro Silvio Berlusconi e do presidente da República Giorgio Napolitano. A homilia foi presidida pelo cardeal Tarcisio Bertone, número dois da hierarquia do Vaticano. O presidente da União de Comunidades Islâmicas em Itália, Mohamed Nour Dachan, também marcou presença nas cerimónias fúnebres. O último balanço fornecido pelas autoridades italianas apontava para 289 vítimas mortais. Um número que continua a ser provisório uma vez que as buscas nos escombros vão prosseguir até domingo e muitos dos feridos se encontram em estado grave. O Governo italiano decretou um dia de luto nacional numa altura em que continuam por identificar 20 crianças e um adulto vitimados pelo tremor de terra. A zona centro do país continuava a ser abalada por réplicas que no entanto têm sido de menor intensidade. O sismo que abalou a região de Abruzzo na madrugada de segunda-feira provocou perto de mil feridos e mais de 20.000 desalojados.