Última hora

Última hora

Libertado Richard Philips pelos piratas somális

Em leitura:

Libertado Richard Philips pelos piratas somális

Tamanho do texto Aa Aa

Os piratas que mantinham sequestrado o capitão Richard Phillips ao largo da costa da Somália libertaram-no esta trade depois de duras as conversações com os raptores. O navio do comandante norte-americano foi sequestrado a semana passada a cerca de 30 quilómetros da costa.

Richard Phillips, 53 anos, esteve em poder dos piratas somalis desde quarta-feira quando se ofereceu como refém em troca da libertação dos seus homens, duas dezenas, e do barco que comandava, o “Maersk Alabama”, que ontem aportou a Mombaça, no Quénia. Os piratas pedia por ele um resgate de 1,5 milhões de dólares. A preocupação imediata da Marinha americana era impedir que o capitão fosse levado para terra, para a base dos assaltantes, em Garacad, uma das que têm na região autoproclamada autónoma do Puntland, no Nordeste da Somália. Na sexta-feira, uma operação de resgate realizada por tropas francesas em outra embarcação tomada por piratas na costa da Somália terminou com a morte de um refém e de dois sequestradores. Outras quatro pessoas, incluindo uma criança, foram libertados do iate Tanit, e chegam hoje a Paris.