Última hora

Última hora

Eleições europeias: abstenção pode atingir os 66%

Em leitura:

Eleições europeias: abstenção pode atingir os 66%

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições europeias parecem interessar cada vez menos os cidadãos da Europa. Apenas um europeu em cada três tenciona ir às urnas, no escrutínio de Junho, segundo um eurobarómetro ainda não publicado, citado pelo jornal francês Libération. A confirmar-se esta previsão, a taxa de abstenção atingirá assim os 66%, este ano. Uma taxa de abstenção que não parou de aumentar desde as primeiras eleições, em 1979.

Em tempos de crise, 62% dos inquiridos considera que o seu voto não muda nada, 55% estima que o Parlamento europeu não se ocupa do quotidiano dos cidadãos e 44% afirma não ver qualquer interesse nas eleições europeias. Entre os temas que os europeus susceptíveis de interessar os europeus e que gostariam de ver debatidos na campanha eleitoral estão o desemprego e o crescimento económico. Os polacos são quem menos tenciona ir votar: apenas 17%. No topo das intenções de abstenção seguem-se os austríacos, os britânicos e, em quarto lugar, os portugueses. Em Portugal, apenas 24% da população tenciona ir votar, no próximo dia 7 de Junho.