Última hora

Última hora

Mau tempo fustiga desalojados do terramoto em L'Aquila

Em leitura:

Mau tempo fustiga desalojados do terramoto em L'Aquila

Tamanho do texto Aa Aa

Uma semana depois do sismo que atingiu os 5,8 na escala de Richter e devastou o centro de Itália, milhares de desalojados enfrentam novas dificuldades.

A região está a ser afectada por uma uma vaga de frio. Os termómetros desceram abaixo de zero. Segundo os meteorologistas, a cidade de L’Aquila, epicentro do terramoto, registará a temperatura mais baixa do país durante os próximos dias. A chuva que se tem feito sentir penetra nas tendas militares que têm servido de abrigos provisórios. Aos desalojados resta acreditar nas promessas de Silvio Berlusconi que garantiu a reconstrução da cidade no prazo de 28 meses. Numa vistoria realizada a cerca de 1000 edifícios, os engenheiros estimam que 50% são recuperáveis. Entretanto, o balanço da tragédia não pára de aumentar. As últimas informações apontam para 294 mortes e mais de 1.100 feridos 200 dos quais se encontram em estado grave.