Última hora

Última hora

Polícia turca detém 50 políticos e activistas curdos

Em leitura:

Polícia turca detém 50 políticos e activistas curdos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia turca deteve meia centena de políticos e activistas curdos por alegadas ligações aos separatistas do PKK.

Uma acção dirigida contra o DTP, o partido para uma Sociedade Democrática, que é a única formação curda legalizada na Turquia. Em Ancara, o líder do DTP condenou o incidente e fez acusações ao executivo. “A operação contra o quarto maior partido da Turquia é ilegal, anti-democrática e um acto de vingança. Nós condenamos o Governo por isso e deixamos um aviso”, afirmou. As detenções surgem depois de o DTP ter conquistado o dobro dos municípios que detinha na região curda, nas eleições locais realizadas em Março passado. As forças de segurança turcas efectuaram raides em escritórios e edifícios em nove cidades, incluindo Diyarbakir, a maior cidade do sudeste da Turquia. Entretanto, as chefias militares turcas revelaram que as milícias curdas já não operam a partir do curdistão iraquiano e se debatem com conflitos internos.