Última hora

Última hora

Uma condenação unânime e o pedido de reforço de sanções contra a Coreia do Norte.

Em leitura:

Uma condenação unânime e o pedido de reforço de sanções contra a Coreia do Norte.

Tamanho do texto Aa Aa

A uma só voz o conselho de segurança das Nações Unidas condenou o lançamento norte-coreano do foguetão do dia 5. O organismo decidiu igualmente pedir o reforço as sanções de 2006 contra o regime comunista.

“O conselho de segurança exige que a república popular democrática da Coreia deixe de realizar lançamentos.” Pyong Yang justificou o lançamento com o pretexto de colocar um satélite em órbita, mas a comunidade viu-o como um ensaio militar. Mesmo com propósitos civis, o lançamento violou a resolução 1718 da ONU que impede o regime de Kim Yong Il de realizar qualquer ensaio nuclear ou lançamentos de foguetões. A posição do Conselho de Segurança desta segunda-feira não é vinculativa já que se trata de uma declaração e não de uma resolução. O lançamento suscitou a contestação de inúmeros países mas a China e a Rússia opunham-se a uma reacção mais forte da comunidade internacional que pudesse inflamar tensões regionais. A eficácia do reforço das sanções contra Pyongyang depende em grande medida de Pequim, o grande parceiro comercial de Pyong Yang.