Última hora

Última hora

A crise no sector automóvel não poupa os veículos de luxo

Em leitura:

A crise no sector automóvel não poupa os veículos de luxo

Tamanho do texto Aa Aa

As vendas da Lamborghini caíram 35% no primeiro trimestre o que levou a construtora italiana de carros desportivos a reduzir a produção. A empresa decidiu reduzir o horário de trabalho de quase um terço dos seus 1.000 empregados.

O recuo das vendas contrasta com o crescimento de 1% por cento verificado em 2008, quando a Lamborghini entregou um número recorde de 2.430 carros. A marca italiana de carros desportivos de dois lugares é propriedade da Volkswagen desde 1998. Os principais mercados da Lamborghini são os Estados Unidos, a Itália, o Reino Unido, a Alemanha e o Médio Oriente e vende actualmente uma nova versão do Gallardo LP 560-4 Spyder lançada em Novembro no salão automóvel de Los Angeles. Uma actualização do Murcielago LP 670-4 SuperVeloce, revelada no Motor Show de Genebra em Março, chegará ao mercado nas próximas semanas.