Última hora

Última hora

Bolsas europeias fecham no vermelho

Em leitura:

Bolsas europeias fecham no vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

Com excepção para Milão os mercados bolsistas europeus terminaram, esta quarta-feira, no vermelho.

As perdas de 1,3 mil milhões de euros no primeiro trimestre e a supressão de 8700 postos de trabalho da União dos Bancos Suíços, a maior instituição bancária helvética, arrastaram as praças europeias para terreno negativo. As declarações do presidente executivo da FIAT, Sergio Marchionne, que indicam a possibilidade de uma ruptura nas negociações para uma aliança entre o construtor automóvel italiano e a Chrysler ajudaram Milão a contrariar a tendência do velho continente. Na Euronext Lisboa, o PSI-20 fechou a cair 0,36%, para os 6.593,8 pontos. Madrid liderou as perdas com o IBEX a recuar perto de 1,5%.