Última hora

Última hora

Moscovo anuncia fim das operações anti-terroristas na Tchechénia

Em leitura:

Moscovo anuncia fim das operações anti-terroristas na Tchechénia

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo anunciou o fim das operações anti-terroristas na Tchechénia.

Em comunicado, o comité Antiterrorista da Rússia afirma que a decisão visa criar condições para a normalização da situação na região. Uma intenção que já tinha sido mencionada por Dimitri Medvedev, há um mês, numa entrevista televisiva. O regime de operação antiterrorista durou uma década. Foi imposto em 1999, quando Moscovo tentou recuperar o terroritório que se encontrava sob o controlo dos separatistas. Há algumas semanas, o ministério do Interior indicou que seriam retirados vinte mil homens dos trinta mil que o Kremlin enviou para a região. Desde a queda da União Soviética, a Tchechénia foi palco de duas guerras sangrentas, em 1994 e 1999, que levaram à fuga de mais de um terço da população e reduziram a cinzas a capital. Em 2002, as Nações Unidas denominaram Grozny como a cidade mais destruída do planeta. Para o Presidente da Tchetchénia, Ramzan Kadirov, próximo do Kremlin, a guerrilha está neutralizada e é preciso “criar condições para atrair investimentos estrangeiros na economia tchetchena”. Na Tchechénia, o desemprego afecta mais de 50% da população activa.