Última hora

Última hora

Pescadores franceses acabam com bloqueio dos portos mas continuam mobilizados

Em leitura:

Pescadores franceses acabam com bloqueio dos portos mas continuam mobilizados

Tamanho do texto Aa Aa

Fim do bloqueio dos portos franceses. Após dois dias de bloqueio total dos portos de Bolonha-do-Mar, Dunquerque e Pas-de-Calais, no norte de França, os pescadores decidiram mudar a forma de protesto e trazê-lo para terra.

A decisão foi tomada nas assembleias-gerais desta manhã para analisar a proposta do governo. Ontem, Michel Barnier, ministro francês da Agricultura e Pescas, propôs quatro milhões de euros para compensar as perdas dos pescadores. Medida considera insuficiente. Esta noite, o fim do bloqueio no porto de Pas-de-Calais já tinha permitido a retoma do tráfego marítimo com Dover, em Inglaterra. Durante dois dias, milhares de veículos estiveram bloqueados, levando uma companhia britânica de ferries boats a criticar a acção do governo francês, farta desta forma de protesto. Cada vez que os pescadores franceses estão descontentes fecham os portos. Desta vez, estão em causa as quotas de pesca do bacalhau e do linguado, duas espécies ameaçadas. Os pescadores já esgotaram as quotas deste ano e querem um aumento, o que é impensável para a Comissão Europeia. A França já tinha obtido um aumento de trinta por cento, em relação ao ano anterior.