Última hora

Última hora

Nova autópsia pode mudar rumo da investigação

Em leitura:

Nova autópsia pode mudar rumo da investigação

Tamanho do texto Aa Aa

A polémica em torno do homem morto na manifestação do G20 em Londres não cessa de aumentar. Ian Tomlinson foi violentamente empurrado por um agente durante as manifestações, caiu no chão desamparado, facto que lhe terá causado a morte.

Inicialmente, foi avançado que teria sido vítima de ataque cardíaco, agora, novos testes apontam para uma hemorragia abdominal. Os advogados da família acreditam que este novo exame aumentou as probabilidades de que o polícia agressor possa ser acusado de homicídio. “É evidente que estes documentos são importantes porque referem a existência de sangue no abdómem o que muda completamente a natureza das investigações “. A violência da actuação policial foi gravada por um vídeo amador e mostram a queda do homem que aparentemente nem fazia parte da manifestação. Tribunal abriu um inquérito relativamente a este caso que teve por base uma primeira autópsia.