Última hora

Última hora

Cabecilha da ETA detido em França

Em leitura:

Cabecilha da ETA detido em França

Tamanho do texto Aa Aa

O etarra Jurdan Martitegi, considerado o actual número um dos separatistas bascos foi detido este sábado no sul de França.

O cabecilha da ETA é o terceiro alto dirigente a ser detido nos últimos seis meses. Martitegi, de 28 anos, estava fugido desde Julho passado, depois do desmantelamento do “Comando Viscaya”. Com ele foram presos outros dois membros da ETA, na localidade de Montauriol, no departamento francês dos Pirinéus Orientais. A operação foi coordenada por Baltazar Garzón, o juíz da Audiência Nacional, especialista em questões de terrorismo. O chefe do governo espanhol, José Luis Rodrigues Zapatero defendeu que os terroristas “sabem que a democracia e as forças de segurança do Estado vão trabalhar para que a violencia não tenha qualquer possibilidade de existir no País Basco e em Espanha”. No âmbito da mesma operação, seis pessoas foram detidas no País Basco espanhol, horas depois. Os etarras encontravam-se em Vitória, Bilbau e San Sebastian e seriam alegadamente parte de um comando dirigido por Alenxander Uriarte, detido juntamente com o cabecilha em França. As autoridades espanholas anunciaram que a operação ainda não está terminada.