Última hora

Última hora

Conferência sobre o Racismo da ONU: UE abandona sala durante discurso de Ahmadinejad

Em leitura:

Conferência sobre o Racismo da ONU: UE abandona sala durante discurso de Ahmadinejad

Tamanho do texto Aa Aa

O clima já era tenso na Conferência sobre o Racismo da ONU e as coisas pioraram depois do presidente iraniano ter subido ao palco para discursar.

Mal começou a falar, Mahmoud Ahmadinejad foi interrompido por pelo menos três manifestantes que chamaram “racista” ao presidente iraniano antes de serem expulsos pela segurança. A calma regressou, mas por pouco tempo. No seu discurso, Ahmadinejad criticou o que chamou de implementação de “um governo racista” no Médio Oriente depois de 1945. Uma clara alusão a Israel que levou os delegados da União Europeia a abandonarem em bloco a sala da conferência em Genebra. O presidente iraniano continuou a discursar no meio de muita contestação na sala. Cá fora, estiveram reunidos membros da oposição iraniana. Algumas dezenas de manifestantes condenaram o regime iraniano, pela falta de liberdade e os abusos dos direitos humanos que comete comparando a lei islâmica à barbárie e Ahmadinejad a um nazi.