Última hora

Última hora

Marc Ona Eassangui vence prémio Goldman 2009

Em leitura:

Marc Ona Eassangui vence prémio Goldman 2009

Tamanho do texto Aa Aa

Marc Ona Eassangui foi o nome escolhido para o prémio Goldman 2009, conhecido como o Nobel Verde.

O activista do Gabão é um dos mais conhecidos intervenientes no domínio da protecção do ambiente no continente africano. Essangui, presidente da ONG Brainforest, foi o responsável por expor um acordo secreto de dois virgula sete mil milhões de euros com uma empresa chinesa, que tencionava construir uma mina e uma barragem num dos parques nacionais do Gabão. Esta revelação fez com que o governo voltasse atrás no projecto. “África não pode continuar a assinar contratos para explorar os seus recursos naturais com parceiros económicos, como nos anos 30, quando estes parceiros diziam o que africanos deviam fazer. Agora, temos especialistas competentes e temos de ter fé nas suas capacidades.” Essangui, um fervoroso crítico da corrupção, foi preso pelas autoridades no aeroporto de Libreville, quando se deslocava para os Estados Unidos para receber o prémio Goldman, esta semana. O activista acabou por embarcar horas mais tarde. Parte da floresta da Bacia do Congo, o Gabão é o segundo maior ecossistema do mundo. Mas várias pesquisas mostram que o país está a perder mais de dez mil hectares de área florestal por ano, devido à exploração de madeira. A taxa de desflorestação em África é duas vezes superior à média mundial.