Última hora

Última hora

Chipre mais longe da unificação

Em leitura:

Chipre mais longe da unificação

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes das duas comunidades cipriotas encontram-se esta terça-feira, sob a supervisão da ONU, em Nicósia para uma nova ronda de negociações sobre a reunificação da ilha.

A questão é complexa e complicou-se com o resultado das eleições legislativas de Domingo na zona norte do Chipre ocupada pela Turquia. A vitória dos turcos cipriotas nacionalistas pode significar um revés nas negociações para reunificar a ilha, dividida etnicamente. A posição do líder nacionalista é conhecida e foi reiterada depois de ganhar as eleições. Para Dervis Eroglu a solução para a questão cipriota deve ter como base a existência de dois Estados, com dois povos e duas democracias. Esta é uma derrota para o presidente da República Turca de Chipre do Norte, Mehmet Ali Talat, que iniciou, em Setembro, conversações com os greco-cipriotas visando a reunificação. O resultado pode limitar a capacidade de Talat para negociar um acordo, que deve ser aprovado em referendo. O Chipre está dividido desde 1974, quando a Turquia invadiu a ilha em resposta a um golpe dos partidários da união do país com a Grécia.