Última hora

Última hora

Número de deslocados aumenta no Sri Lanka

Em leitura:

Número de deslocados aumenta no Sri Lanka

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentam os receios sobre o destino de milhares de civis que fogem do conflito entre o exército e os rebeldes Tamil no Sri Lanka.

Segundo as últimas informações mais de 60.000 pessoas abandonaram a zona onde, tudo leva a crer, decorre o assalto final da guerra mais longa do continente asiático. O exército cingalês e as forças dos Tigres Tamil acusam-se mutuamente de utilizar a população como escudo. Os rebeldes estão circunscritos a uma zona de 15 quilómetros quadrados no nordeste do país. As Nações Unidas e alguns governos ocidentais pediram a Colombo uma breve trégua nos combates para negociar a fuga dos civis. Um pedido repetido pela Cruz Vermelha Internacional: “Estamos extremamente preocupados com estas dezenas de milhares de civis que estão encurralados numa zona neutra que encolhe rapidamente. Consideramos que a situação actual é nada menos que catastrófica”, disse um responsável da organização. Ainda segundo a Cruz Vermelha, nas últimas 48 horas as hostilidades resultaram em centenas de mortos e feridos civis. Os rebeldes, que há 25 anos levam a cabo uma guerrilha separatista, falam no massacre de mais de 1.000 pessoas.