Última hora

Última hora

ONU preocupada com a situação humanitária no Sri Lanka

Em leitura:

ONU preocupada com a situação humanitária no Sri Lanka

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 80 mil civis do Sri Lanka já abandonaram as terras sob o controlo dos guerrilheiros rebeldes, no nordeste do país.

O Conselho de Segurança das Naçoes Unidas expressou grande preocupação, esta quarta-feira, pela a situação humanitária das cerca de 10 mil pessoas que continuam na região. John Sawers, embaixador britânico na ONU, pronunciou-se no final de uma reunião do Conselho de Segurança. “ Exigimos ao Tigres do Tamil que parem de usar civis como escudos humanos e que permitam à ONU retirar as populações, e adiram ao processo político que ponha termo ao conflito.” O Conselho de Segurança reuniu sem aprovar nenhuma resolução sobre o assunto. Membros das ONG’s criticam a apatia da ONU pela situação que pode agravar-se com o eclodir do conflito. “Obviamente que os dois lados estão a violar os Direitos Humanos e até agora nenhum dos lados sofreu qualquer consequência ou foi chamado à atenção.” O conflito dura há 25 anos no Sri Lanka entre o exército e os Tigres de Libertação do Tamil e agudizou-se nos últimos meses. O governo de Colombo tinha dado na segunda-feira um ultimato aos rebeldes para se renderem.