Última hora

Última hora

Nova estirpe da gripe suína faz soar alarme

Em leitura:

Nova estirpe da gripe suína faz soar alarme

Tamanho do texto Aa Aa

Uma estirpe de gripe suína nunca antes vista já matou pelo menos 20 pessoas no México e contaminou outras oito no Estados Unidos.

No território mexicano, há ainda mais de mil pessoas infectadas pelo vírus. As vacinas já estão esgotadas na maioria dos centros de saúde, bem como as máscaras. A acompanhar a situação está a Organização Mundial de Saúde (OMS), cujo Comité de Emergência deve reunir-se no sábado. “Estamos muito preocupados com o que está a acontecer no México e nos Estados Unidos. O facto de isto estar a acontecer tão tarde na época da gripe e de muitos dos infectados serem jovens e não crianças ou idosos fez soar o alarme”, afirmou Gregory Hartl da OMS. O surto de gripe suína levou as autoridades mexicanas a encerrarem as escolas e universidades da capital e do Estado do México. Os Estados Unidos também tomam medidas, mas dizem que já é tarde para travar o surto. “Algumas coisas que vemos sugerem que a contenção não é muito provável. Estamos a ver casos no Texas e em San Diego, sem nenhuma ligação entre eles, o que nos leva a pensar que houve transmisão de pessoa para pessoa”, disse Richard Besser do centro norte-americano para o Controlo de Doenças. No México, o número de vítimas mortais da gripe suína pode ultrapassar os 20 casos já confirmados. Já morreram mais 48 pessoas com sintomas semelhantes aos da doença. O novo vírus da gripe contém ADN típico de vírus humanos, aviários e suínos.