Última hora

Última hora

Número de mortos continua a aumentar no México

Em leitura:

Número de mortos continua a aumentar no México

Tamanho do texto Aa Aa

O surto de gripe suína no México obriga o país a quarentena. Milhões de pessoas fecharam-se em casa para evitarem a contaminação. Escolas e Universidades estão encerradas até seis de Maio e as reuniões públicas estão proibidas. Os militares distribuíram milhões de máscaras e têm ordem de intervenção em todos os locais para evitar a propagação do vírus.

Ao todo, dede o dia 13 de Abril, 1600 pessoas terão contraído o vírus no México. Pelo menos 50 portugueses residem actualmente na Cidade do México mas nenhum pediu ajuda às autoridades. O surto localiza-se, sobretudo, nas zonas de fronteira com os Estados Unidos e na capital mexicana mas OMS alertou já para o risco propagação mundial. Em Washington o presidente Barack Obama tenta acalmar eventuais alarmismos sem minimizar a gravidade da situação:” É óbvio que há motivo de preocupação e requer um grande sentido de alerta, mas não há caso para alarmismo. O serviços de saúde declaram situação de emergência como precaução e para garantir que seremos capazes de responder rapida e eficazmente”. O Canadá surge como o teceiro país a confirmar a existência de seis casos de gripe suína uma destas pessoas foi hospitalizada. Outras dezassetes pessoas foram postas em quarentena. Incerto é o futuro para a Economia mexicana. Milhares de turistas cancelaram viagens para o México, China e Rússia cancelaram a importação de carne de porco mexicana.