Última hora

Última hora

Partido socialista europeu em campanha por uma Europa social

Em leitura:

Partido socialista europeu em campanha por uma Europa social

Tamanho do texto Aa Aa

Unidos sob um mesmo programa político. Esta é a grande novidade dos socialistas europeus, para as eleições europeias de 7 de Junho. Na presença do presidente do PSE, Poul Nyrup Rasmussesn, e de todos os cabeças de lista dos 27 estados membros, o pontapé de saída da campanha eleitoral socialista foi dado oficialmente em Toulouse, no Sul da França.

Uma campanha que pretende pôr em evidência os valores da Europa social, como explica Juan Fernando López Aguilar, candidato espanhol: “Tenho orgulho em fazer parte desta família socialista, desta estratégia comum, de um plano comum de relançamento da economia e do emprego. Mas, sobretudo, deste compromisso para com os mais fracos, numa sociedade desigual e injusta, a nível global.” No encontro de Toulouse, os socialistas evitaram o assunto Durão Barroso – ou seja, a escolha de um candidato à presidência da Comissão Europeia. O presidente da Internacional Socialista, George Papandreou, diz que ainda é cedo para falar de nomes: “A nossa procura vai no sentido de uma Europa social, uma Europa de solidariedade, uma Europa de crescimento – e de crescimento VERDE -, uma Europa da educação e do talento, uma Europa da paz. Por isso dizemos que, no nosso programa, os cidadãos vêm em primeiro, pomos os cidadãos em primeiro, e depois logo veremos por quem eles votam.” Actualmente, segundo maior grupo do hemiciclo de Estrasburgo, o partido socialista europeu está dividido sobre um eventual candidato à Comissão Europeia. Isto quando a recandidatura de Durão Barroso conta já com o apoio do PS português, mas também espanhol e britânico.