Última hora

Última hora

Casos de gripe diminuem no México

Em leitura:

Casos de gripe diminuem no México

Tamanho do texto Aa Aa

O ritmo das mortes imputadas à gripe suína no México parece estar a diminuir, mas o cenário junto dos centros médicos do país repete-se há quatro dias.

Longas filas de espera para ser atendido ou esperar notícias dos familiares hospitalizados. As notícias nem sempre são as melhores, como no caso desta mulher que tem o filho no hospital: “Disseram-me que está num estado grave. O médico disse-me para dizer à família que não há esperança, foi o que me disseram”. No México há cerca de 800 pessoas hospitalizadas com os sintomas da gripe, mas sem diagnóstico ainda preciso. O ministério da Saúde diz que há uma redução dos casos de contágio desde o sábado passado. Em conferência de imprensa, o ministro voltou a lembrar a importância de reagir rapidamente aos primeiros sintomas: “As pessoas vão muito tarde ao hospital. Insistimos nisto: os medicamentos só actuam nos dois primeiros dias”, alertou. Os avisos dos governos têm levado muita gente a evitar viajar para o México. Na fronteira de San Ysidro, entre o México e a Califórnia, a afluência diminuiu 40% entre domingo e segunda-feira.