Última hora

Última hora

Gasoduto South Stream inflama relações entre Rússia e Bulgária

Em leitura:

Gasoduto South Stream inflama relações entre Rússia e Bulgária

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente russo assegura que não existe nenhum desacordo com a Bulgária sobre o projecto de gasoduto South Stream.

Na Cimeira intenacional da energia, a Rússia, que procurava obter o apoio da Bulgária, acabou por não comparecer no encontro alegando divergências com o Governo búlgaro, que recusara dar o apoio ao projecto. Hoje Moscovo garante que, num futuro próximo, haverá um acordo que deverá ser assinado o que significa o fim do desentendimento. A Europa procura novas rotas para o gás. A Bulgária, um dos países mais atingidos pela crise russo-ucraniana de Janeiro, reuniu, em Praga, 28 países. Na agenda do encontro, os meios de diversificação e as formas de melhorar o fornecimento de gás à Europa. O projecto do Nabucco, um gasoduto de 3.300 quilómetros, prevê o fornecimento à Europa de gás proveniente do Mar Cáspio através de um percurso que deve passar pela Turquia, Grécia, Bulgária, Roménia, Hungria e Áustria, contornando o território russo. O gasoduto terá uma capacidade de transporte de 31 mil milhões de metros cúbicos de gás por ano e prevê-se que entre em funcionamento em 2014, embora o seu financiamento, avaliado em 7,9 mil milhões de euros, ainda não esteja totalmente garantido. O projecto do Nabucco voltou a ganhar importância com a mais recente crise do gás russo, que, na sequência de um diferendo com a Ucrânia, provocou a interrupção do fornecimento de gás a vários países da Europa.