Última hora

Última hora

PPE abre campanha eleitoral com luta interna pela presidência do hemiciclo

Em leitura:

PPE abre campanha eleitoral com luta interna pela presidência do hemiciclo

Tamanho do texto Aa Aa

Varsóvia, a capital da Polónia, foi o palco escolhido para o lançamento da campanha eleitoral do Partido Popular Europeu. Uma campanha de olhos postos na manutenção do primeiro lugar no Parlamento Europeu. Dentro do partido, a luta pela eventual cadeira de presidente do hemiciclo também já começou, entre o italiano Mario Mauro e o polaco Jerzy Buzek.

O obreiro da adesão da Polónia à União pisca o olho aos industriais: “Temos de esperar para ver se alcançamos um acordo internacional em Copenhaga. Esse e o ponto importante para a União: somos líderes na luta contra as mudanças climáticas, mas precisamos da colaboração da China, dos Estados Unidos, da Rússia, do Japão, do Brasil, da Índia… Sem acordo internacional, temos de rever o nosso pacote energético.” Mario Mauro, pelo seu lado, defende que equipa que ganha não se muda e aposta nos bons valores do Partido Popular Europeu: “A força da experiência europeia é a cooperação entre os diferentes actores. E não mudaremos esta abordagem se quisermos ter uma visão comum. Isto é, queremos a aplicar os princípios da economia social de mercado, que têm sido a principal característica do Partido Popular Europeu, e que continuam a ser uma oportunidade para a próxima legislatura.” Mario Mauro, pelo seu lado, defende que equipa que ganha não se muda e aposta nos bons valores do Partido Popular Europeu: “A força da experiência europeia é a cooperação entre os diferentes actores. E não mudaremos esta abordagem se quisermos ter uma visão comum. Isto é, queremos a aplicar os princípios da economia social de mercado, que têm sido a principal característica do Partido Popular Europeu, e que continuam a ser uma oportunidade para a próxima legislatura.” Esperar para ver é, contudo, a palavra de ordem. Jerzy Buzek ou Mario Mauro como presidente do hemiciclo… só depois de ver quem ganha as eleições do próximo dia 7 de Junho.