Última hora

Última hora

Generais libaneses ilibados da morte de Rafik al- Hariri

Em leitura:

Generais libaneses ilibados da morte de Rafik al- Hariri

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal especial para o Líbano ordenou a libertação de quatro generais pro-sírios que estavam detidos por suspeita de envolvimento na morte de Rafik al-Hariri.

Os militares, que se encontravam detidos desde 2005, foram recebidos como heróis por uma multidão de apoiantes. A Libertação é vista como um revés contra a aliança anti-síria no poder, a poucas semanas das eleições parlamentares. Um deputado afecto ao Hezbollah declarou que “hoje é um dia bom para os defensores dos direitos humanos, da justiça e da liberdade porque aqueles generais estiveram detidos injustamente e eram prisioneiros políticos sem qualquer acusação”. Saad Hariri, filho do antigo primeiro-ministro assassinado, também expressou a sua satisfação. “O que aconteceu foi uma clara declaração de que o tribunal internacional começou a funcionar e vai revelar a verdade e fazer justiça em nome de Deus. Eu anuncio clara e directamente que acato qualquer decisão do tribunal internacional”, concluiu. Rafic al-Hariri foi morto na sequência de uma atentado suicida ocorrido em Fevereiro de 2005 na cidade de Beirute e no qual perderam a vida outras 22 pessoas. A onda de contestação que se seguiu ao atentado, foi o princípio do fim da presença militar síria no Líbano após quase 30 anos.