Última hora

Última hora

Obama faz balanço de cem dias de mandato

Em leitura:

Obama faz balanço de cem dias de mandato

Tamanho do texto Aa Aa

Cem dias após ter chegado à Casa Branca, Barack Obama afirma estar, “contente mas não satisfeito”, num momento em que enfrenta duas das piores crises das últimas décadas nos Estados Unidos.

Semanas depois de ter visto um “raio de esperança” na economia norte-americana, o presidente mostrou-se ontem mais comedido durante o primeiro balanço do mandato. Anunciando, “tempos difíceis para a indústria automóvel” e uma lenta recuperação do crédito e do défice do país, Obama não deixou de evocar a adopção do plano de resgate da economia como “um bom começo”. Fiel à mensagem optimista da campanha eleitoral, o presidente fixou como desafios, “a prosperidade bem como a segurança do país”, face à instabilidade no Iraque, Afeganistão e Paquistão ou à propagação do vírus da gripe suína. Ao final de três meses de mandato, a popularidade de Obama mantém-se nos 68%, depois de reforçar ontem a maioria democrata no Senado com a deserção de um republicano, ou da aprovação, esta noite, no Congresso, do orçamento para 2010. Um voto que marca o primeiro revês de Obama, face às perspectivas de agravamento da situação económica, o presidente foi obrigado a rever em baixa a reforma da segurança social e a aposta nas energias renováveis, duas das principais promessas de campanha.