Última hora

Última hora

Espanha: protestos do Dia do Trabalhador "mais importantes" dos últimos 15 anos

Em leitura:

Espanha: protestos do Dia do Trabalhador "mais importantes" dos últimos 15 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de espanhóis desfilaram nas principais cidades do país para assinalar um Primeiro de Maio profundamente marcado pela crise económica.

Segundo os sindicatos organizadores, foram as “mais importantes” manifestações dos últimos quinze anos, que decorreram sob o lema “Face à crise: emprego, investimento público e protecção social”. O antigo líder da formação Esquerda Unida, Gaspar Llamazares, diz que “não devem ser os trabalhadores quem paga pela crise, mas sim aqueles que a provocaram e que beneficiaram de um modelo económico que lhes deu milhares de milhões de euros nos últimos anos”. A Espanha entrou em recessão no fim de 2008 e ultrapassou este ano os quatro milhões de desempregados. A taxa de desemprego, de mais de 17 por cento, é a mais elevada da União Europeia.