Última hora

Em leitura:

Polícia e manifestantes envolvem-se em confrontos em Istambul


Turquia

Polícia e manifestantes envolvem-se em confrontos em Istambul

Pela primeira vez em quase trinta anos, o primeiro de Maio é feriado na Turquia.

Em Istambul, milhares de sindicalistas, membros de partidos de esquerda e extrema-esquerda saíram à rua para festejar o dia do trabalhador. Depois de um início pacífico, a jornada de protesto ficou marcada por confrontos entre as forças da ordem e os manifestantes que tentaram romper uma barreira policial no centro da cidade. A polícia recorreu a canhões de água e gás lacrimogénio para dispersar activistas que lançavam pedras e cocktails molotov. Várias pessoas foram detidas. O parlamento turco aprovou na semana passada a reintegração do primeiro de Maio na lista dos feriados. A data tinha deixado de constar no mapa das comemorações nacionais após o golpe de estado militar de 1980. Em 1977, as manifestações do dia do trabalhador acabaram com a morte de 34 pessoas, depois de atiradores alegadamente ligados à extrema direita e apoiados pelos serviços secretos terem disparado sobre a multidão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Metade dos europeus podem ser atingidos pela gripe A