Última hora

Última hora

Director da FIAT determinado a salvar a Opel

Em leitura:

Director da FIAT determinado a salvar a Opel

Tamanho do texto Aa Aa

A Opel está na linha de mira da FIAT. É o próprio Sergio Marchionne, director do construtor italiano, que afirma a sua determinação numa entrevista ao jornal La Stampa, antes da visita de segunda-feira a Berlim, para um encontro com membros do governo alemão.

Depois da aliança com a Chrysler, o construtor italiano pretende, segundo os rumores, fazer uma proposta de retoma da Opel inferior a mil milhões de euros. Montante insuficiente para a americana General Motors, proprietária da Opel. Na corrida estará também uma empresa canadiana. A Opel encontra-se numa situação difícil e o futuro dos 26 mil empregados é incerto. O governo alemão está pronto a ajudar mas se a Opel se separar da General Motors. Os analistas temem que a FIAT esteja a dar um passo demasiado ambicioso. A Chrysler abre um novo segmento de mercado para os italianos, enquanto, a Opel não. Mas para Sergio Marchionne a Opel é o parceiro ideal. A visão de um homem que conseguiu relançar a marca FIAT, graças a uma nova política de construção automóvel.