Última hora

Última hora

Manifestações de 1° Maio terminam em motins em Berlim

Em leitura:

Manifestações de 1° Maio terminam em motins em Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

Há pelo menos quatro anos que a Alemanha não via tanta violência durante as manifestações do primeiro de Maio. Este ano, houve incidentes um pouco por todo o país desde a madrugada de sexta-feira até à madrugada de hoje.

As piores cenas de violência registaram-se ontem à noite em Berlim, para onde foram mobilizados quase seis mil polícias. No bairro de Kreuzberg, palco tradicional de violência anarquista no Dia do Trabalhador, durante cinco horas, 400 dos 5000 manifestantes de extrema-esquerda confrontram-se com a polícia. Os agentes foram alvo do arremesso de pedras, garrafas e cocktails Molotov. As forças da ordem recorreram a canhões de água e gás lacrimogéneo. Tudo começou quando a polícia tentou deter manifestantes vestidos com t-shirts negras que atacavam os agentes. Nada resistiu à fúria dos manifestantes. No final, foram detidas mais de 200 pessoas. Desconhece-se o número exacto de feridos e o balanço dos danos.