Última hora

Em leitura:

Mediador vai apresentar acordo amigável para acabar com guerra pela tutela de Elisa


Rússia

Mediador vai apresentar acordo amigável para acabar com guerra pela tutela de Elisa

Um acordo amigável vai ser proposto nos próximos dias aos pais da pequena Elisa, a criança cuja tutela é alvo de uma guerra entre o pai francês e a mãe russa. A proposta foi negociada pelo mediador russo, que considera irrealista a menina viver metade do tempo em França e a outra metade na Rússia.

O mediador recusou desvendar as cláusulas do acordo. Anatoliy Koutcherena declarou que prepararam um certo número de projectos, acima de tudo, prepararam um acordo amigável que permitiria a Irina Belenkaia e a Jean-Michel André assinar os documentos. “O único problema técnico é que Irina está detida e enfrentam problemas que interferem com a rápida resolução das questões levantadas por Jean-Michel e ligadas ao acordo”, explicou. A guerra sobre a tutela de Elisa agravou-se no mês de Março, quando a criança foi raptada na rua na cidade francesa de Arles. Foi recuperada três semanas depois na Hungria e entregue ao pai, que é alvo de um inquérito na Rússia por ter raptado antes a menina em Moscovo. A mãe, Irina Belenkaia, está detida em Budapeste desde 12 de Abril, à espera de ser extraditada para França.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

PM nepalês pede demissão após divergências com a presidência